Página Inicial  > Dez dicas para aumentar seu fluxo de caixa
 Compartilhar  Versão para impressão  E-mail

Outras traduções

Dez dicas para aumentar seu fluxo de caixa

Adaptado de conteúdo extraído do American Express® OPEN Small Business Network

Como qualquer proprietário de empresa de pequeno porte sabe, manter o fluxo de caixa estável exige malabarismo em quase todos os setores de uma empresa, desde manter as contas a receber em alta até estender linhas de crédito para gerenciar o estoque. A essência da administração bem-sucedida do fluxo de caixa é controlar a entrada e a saída de dinheiro de sua empresa. O aumento do fluxo de caixa reduz o montante de capital fixo necessário para sustentar o nível determinado dos seus negócios. Um fluxo de caixa elevado e consistente gera um padrão empresarial previsível, facilitando o planejamento e orçamento para crescimento futuro. Veja aqui dez atitudes que você pode tomar para aumentar seu fluxo de caixa:

Organize seu calendário de faturamento

Quanto mais rápido suas contas a receber circularem, mais capital você poderá aplicar no crescimento de sua empresa. Para ajudá-lo a controlar o faturamento antecipado e freqüente, ponha o calendário de faturamento em um programa de contabilidade de sua preferência. Existem programas que podem classificar automaticamente as contas a receber por vencimento – menos que 30 dias, entre 30 e 59 dias, entre 60 e 90 dias, etc. Este tipo de sistema de sinalização automatizado permite que você tome ações imediatas quando houver contas atrasadas.

[Voltar ao início]

Estenda suas contas a pagar

Consiga a quantidade máxima de tempo designado (freqüentemente 60 a 90 dias) para pagar seus fornecedores. Pense nestas condições como uma linha de crédito sem juros de seu fornecedor. Assim você terá tempo suficiente para conseguir recursos sem gastar dinheiro em linhas de crédito de curto prazo.

[Voltar ao início]

Aproveite as vantagens do pagamento antecipado

Se seus fornecedores oferecerem desconto para pagamento antecipado (em geral, duas semanas após o recebimento da fatura), aproveite. Pense deste modo: se o dinheiro fosse investido, 2% de desconto em uma fatura de 30 dias são iguais a um retorno anual de 24%. Se seus fornecedores não oferecerem este tipo de incentivo, peça você mesmo; eles podem estar dispostos a oferecer o desconto a fim de acelerar o crédito deles.

[Voltar ao início]

Equilibre sua base de clientes

Muitos profissionais e empresas de serviços – como agências de publicidade ou relações públicas, contadores, advogados, escritórios de administração imobiliária, etc. – trabalham com determinados clientes em uma base de projeto por projeto. Procure alternativas que transformem alguns destes clientes em uma relação de fidelidade, onde eles pagam uma quantia fixa mensal por um determinado número de serviços. Talvez você queira oferecer algum tipo de incentivo – serviços com valor agregado, um desconto – para incentivá-los a trocar um produto e/ou serviço. Isto poderia reduzir sua margem de lucro, mas ajudará na elaboração de um fluxo de caixa mais previsível.

[Voltar ao início]

Verifique seu preço

Seus preços acompanham o aumento nos custos? Quando foi a última vez que você aumentou os preços? Muitas empresas pequenas hesitam em aumentar os preços por medo de perder clientes. No entanto, os clientes esperam que seus fornecedores adotem políticas de aumento de preço moderadas e regulares. Além disso, verifique se os preços dos concorrentes estão baseados em valores consistentes. Se eles estiverem cobrando preços mais altos, acompanhe-os.

[Voltar ao início]

Não compre todos os materiais em um único local

Você pode economizar dinheiro dividindo seus negócios entre vários fornecedores. Examine com atenção onde você precisa pagar por serviço agregado e onde é possível economizar dinheiro pagando preços de commodities. Por exemplo, talvez você queira comprar seu computador de um revendedor com valor agregado, que pode ajudá-lo a escolher o sistema certo para satisfazer suas necessidades empresariais, embora você possa comprar outros artigos – como cartuchos de impressora, cabos ou software pronto para usar – de um catálogo de venda por correspondência ou de outra loja. Para certificar-se de estar pagando taxas competitivas, compare preços de equipamentos de escritório padrão (como computadores, suprimentos para impressoras ou franquia postal) na internet.

[Voltar ao início]

Forme uma cooperativa de compra

Economize dinheiro em suprimentos reunindo alguns amigos e comprando materiais como disquetes, papel para impressora em grande quantidade e, depois, dividindo esses materiais entre vocês.

[Voltar ao início]

Renegocie seu seguro e políticas de fornecedores

Você está conseguindo o melhor acordo possível em seguro, serviços telefônicos e outras despesas normais da empresa? Revise anualmente cada uma de suas apólices de seguro e solicite três cotações de cada, para ter certeza de que está investindo melhor o seu dinheiro. Observe de perto os serviços suscetíveis aos preços como a companhia usada para chamadas de longa distância e para o serviço de acesso à Internet. Examine regularmente estas contas e faça uma pesquisa para ter certeza de que você está adquirindo a taxa mais baixa disponível.

[Voltar ao início]

Otimize seu estoque

O excesso de estoque pode empatar quantias significativas de dinheiro. Avalie regularmente o giro de seu estoque para ter certeza de que está dentro das normas do setor. Você pode fazer isto calculando sua taxa de rotatividade de estoque (custo de venda de mercadorias dividido pelo valor médio do estoque). Evite comprar além do necessário, principalmente quando os fornecedores tentarem atraí-lo com grandes descontos; isto pode empatar o seu dinheiro. Periodicamente, verifique em seu estoque materiais antigos ou fora de linha e adie futuros pedidos. Utilize esse material ou venda-o a preço de custo para melhorar a liquidez.

[Voltar ao início]

Considere o arrendamento em vez da compra

Em geral, arrendar custa mais do que comprar, mas estes custos freqüentemente podem ser justificados pelos benefícios ao fluxo de caixa. Arrendar equipamentos de informática, carros e outras ferramentas necessárias a expansão dos negócios evitará empatar seu dinheiro ou linhas de crédito, que poderiam ser melhor utilizados na administração diária da sua empresa. Os pagamentos de arrendamentos também são considerados despesas operacionais, assim os benefícios fiscais são mantidos embora os artigos não sejam comprados.

[Voltar ao início]

Direitos autorais e cópia; 1995-2014, American Express Company. Todos os direitos reservados.

 Compartilhar  Versão para impressão  E-mail
Avaliações (1) Total  
  • Atualmente 5.0/5 Estrelas.
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas para classificar.