Página Inicial  > O que cobrar de seus funcionários nas festas de fim de ano?
 Compartilhar  Versão para impressão  E-mail

O que cobrar de seus funcionários nas festas de fim de ano?


As atitudes dos colaboradores refletem o comprometimento com a empresa, saiba o que você pode exigir deles

Mais um ano se passou e você está organizando uma confraternização entre seus colaboradores. Independentemente do local, nas instalações da empresa ou em um ambiente externo, existem algumas regras de etiqueta que você pode cobrar dos seus funcionários, no entanto, para que você possa exigir qualquer coisa deles, tem que dar o exemplo primeiro. A consultora de imagem e etiqueta corporativa Lícia Egger dá as dicas do que pode, ou não ser feito em uma festa corporativa. “Tudo o que é feito nas festas é um reflexo do comportamento de cada um no ambiente empresarial. Pessoas que se descontrolam nesses eventos, deixam de ser dignas de confiança em outras situações”, explica.

1-Pontualidade: é imprescindível que todos cheguem no horário combinado, e que você esteja presente para receber o primeiro convidado. Quando a festa acontece em uma casa fechada, 30 minutos de tolerância é razoável, agora, se a confraternização acontece em um restaurante ou bar no qual todos devem se sentar juntos, no máximo 15 minutos de espera. “Esse tipo de atitude demonstra o comprometimento da diretoria com a empresa, e se reflete diretamente na equipe”, afirma a consultora.

2-Roupas formais: não precisam ser as mesmas do dia a dia de trabalho, mas é importante que todos tenham em mente que a festa é uma extensão do local de trabalho, e por esse motivo não cabem vestidos curtos ou decotes para as mulheres, nem regatas ou bermudas para os homens. “Uma boa dica é que os colaboradores se vistam como se fossem à festas de família. Salvo raras exceções, as pessoas costumam se vestir de maneira mais discreta neste tipo de evento”, explica Lícia.

3-Moderação com os quitutes: é deselegante montar um prato muito cheio. Pequenas porções variadas dão a oportunidade de tudo o que há no Buffet sem passar a impressão de gula. “Os empresários devem sim investir em um cardápio variado e generoso para a confraternização. Mas isso não significa que os funcionários devem deixar a educação de lado.”

4-Beber socialmente: todos devem se lembrar do dia seguinte. Beber descontroladamente pode levar a situações vexatórias. “Os funcionários devem ter em mente que você não vai confiar em uma pessoa que se descontrola em eventos, passar uma imagem polida e elegante nessa época pode render novos projetos. Deixe isso claro para seus colaboradores.”

5-Conversar sobre assuntos externos: não é proibido falar sobre negócios durante a confraternização, mas procure encontrar outros interesses em comum com sua equipe. “Esse tipo de atitude parte da liderança, não é o funcionário que vai até o chefe perguntar da família dele. A confraternização é justamente para estreitar os laços com os funcionários”, afirma.

 Compartilhar  Versão para impressão  E-mail
Avaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas para classificar.