Página Inicial  > Como demitir um funcionário?
 Compartilhar  Versão para impressão  E-mail

Como demitir um funcionário?


Saiba como demitir um funcionário sem gerar sofrimento para ambas as partes  

Numa demissão, o desconforto gerado pela situação pode ser muito grande, tanto para gestor como para funcionário. Para que suas emoções não atrapalhem o rendimento da empresa, separamos algumas dicas da consultora da RH Internacional, em São Paulo, Zenilda Castilho, que podem facilitar o desligamento de um funcionário sem que esse seja um processo tão traumático para você, e o mínimo possível para ele.


1-    Sempre considere alternativas antes da demissão

É algo importante de se ter em mente, não é o primeiro problema que vai fazer com que o funcionário seja dispensado. Ninguém é insubstituível, isso é fato, mas ainda assim, compensa muito mais dar uma segunda oportunidade ao seu empregado e verificar se há melhora do que demiti-lo ao primeiro sinal de problema.

2-    Tenha sempre suas metas em mente

O importante é sempre ter foco nos seus resultados e não deixar que as emoções atrapalharem o processo.

3-    Seja sempre cordial  

Em determinadas situações é impossível manter a calma e a serenidade, no entanto, perder a paciência só vai atrapalhar, e às vezes causar mais problemas. Diga sempre a verdade, até para que o empregado tenha uma oportunidade de crescimento. Ele pode ser demitido novamente pelo mesmo motivo, mas sem saber. Sendo franco você ainda o ajuda a amadurecer.

4-    Prepare um plano de carreira  

 Se por acaso a demissão acontecer por um motivo de força maior, como cortes no orçamento ou crises financeiras, ofereça oportunidades ao demitido, indique-o a empresas de conhecidos ou parceiros. De acordo com Zenilda, esse tipo de apoio não deve ser baseado apenas em cartas de recomendação. Assim sendo, publique nas redes sociais, faça uma ligação. Cinco minutos que você perder ao telefone com algum conhecido pode fazer muita diferença para o seu funcionário, além de aumentar a segurança no ambiente de trabalho, pois fará com que os outros empregados da empresa confiem no seu julgamento.


Por fim, pese bem sua decisão. O mais importante de tudo em uma relação profissional é a confiança, a transparência e a clareza. E é isso que deve prevalecer, também na hora da demissão. Por isso sempre reflita sobre os reais motivos e se de fato vale a pena substituir um funcionário que, às vezes, só precisava de um conselho, por outro que vai requerer muito mais trabalho de ambas as partes. 

 Compartilhar  Versão para impressão  E-mail
Avaliações (1) Total  
  • Atualmente 4.0/5 Estrelas.
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas para classificar.