Página Inicial  > Modalidades de financiamento
 Compartilhar  Versão para impressão  E-mail

Modalidades de financiamento

Fonte:  Sebrae


Conheça as modalidades de financiamento e identifique a que melhor se encaixa em sua necessidade.

TIPOS DE FINANCIAMENTO

Crédito para Capital de Giro

São operações de crédito que visam disponibilizar recursos necessários à manutenção da atividade operacional no dia-a-dia. Ou seja, são os valores representados por itens como caixa, bancos, contas a pagar e a receber, folha de pagamento, estoques e outros compromissos de curto prazo.

Os empréstimos para capital de giro podem ser liberados de duas formas:

  • Isoladamente, também chamado de capital de giro puro. Na maior parte das situações, este tipo de empréstimo não necessita comprovar sua destinação;
  • Associado a investimentos fixos, conhecido como capital de giro associado. Destinado à compra de insumos e / ou mercadorias, decorrentes do investimento realizado.

Crédito para Investimento Fixo

São operações de crédito, normalmente de longo prazo, que têm o objetivo de financiar a implantação, expansão, relocalização, modernização ou reposição de máquinas, equipamentos, móveis, utensílios e veículos, bem como o financiamento de obras civis e instalações do empreendimento. Outra forma de conceituá-lo é afirmar que estas operações financiam os ativos imobilizados das empresas, que são os itens de permanência duradoura, destinados ao funcionamento das atividades da empresa.

Crédito para Investimento Misto

São as operações de crédito que financiam o investimento fixo e o capital de giro associado. Esta modalidade é também bastante utilizada, pois em muitos financiamentos o empreendedor, ao adquirir um ativo imobilizado, necessita de certa quantia de recursos para o funcionamento do negócio, como, por exemplo, a aquisição de matérias-primas, mercadorias e demais despesas de manutenção da atividade.

OUTRAS FORMAS DE FINANCIAMENTO

Existem outras formas de se alavancar recursos para o negócio. Conhecê-las é importante, pois elas podem representar o aumento do acesso das micro e pequenas empresas ao crédito, a redução dos custos financeiros e a redução da necessidade de capital de giro.

Antecipação de receita

Os recebíveis, ou seja, os valores que se têm a receber das vendas a prazo, podem ser convertidos em recursos disponíveis à vista ou em garantias de empréstimos. Dentre eles os mais usuais são:

  • Desconto de duplicatas e promissórias

A empresa cede esses títulos para o banco e obtém capital de giro para alavancar seus negócios, antecipando os recebimentos de suas vendas a prazo.

  • Desconto de cheques

Os cheques pré-datados são entregues e descontados antecipadamente no banco, que fornece à empresa recursos para cobrir eventuais necessidades de caixa.

  • Faturas de cartões de crédito

A empresa cede seus créditos futuros para o banco e obtém capital de giro para alavancar seus negócios, colocando as faturas como garantia da operação.

  • Vendor

A empresa pode obter empréstimo direto do banco para seus compradores e, assim, receber suas vendas à vista. Esta é uma ótima forma de viabilizar as vendas e reduzir a necessidade de capital de giro do negócio.

  • Compror

Permite que a empresa compre à vista de seus fornecedores com redução de custos. O banco deposita o valor da compra na conta do fornecedor e a empresa paga a prazo ao banco.

Cartão de crédito

Pode ser utilizado para aquisição de bens e produtos em estabelecimentos afiliados às redes de cartões. Esta modalidade tem crescido sistematicamente em todo o país e atualmente é uma das alternativas para o segmento das micro e pequenas, tanto na ótica da aceitação como na de utilização (cartão empresarial).

Leasing

Opção de médio e longo prazo para aquisição de veículos, máquinas e equipamentos novos ou usados. Nesta modalidade o empresário adquire um bem, pagando-o em várias prestações acrescidas de juros, tendo ao final, se desejar, a opção de compra, pagando apenas o valor residual. Se visto com rigor técnico, o leasing não se trata de um financiamento, mas de um tipo de arrendamento mercantil, com a locação do bem durante o prazo de vigência do contrato e as devidas prestações decorrentes da operação.

Conta garantida

Linha de crédito rotativo vinculada à conta corrente da empresa. Os recursos são disponibilizados a qualquer momento, por solicitação do cliente. A garantia pode ser constituída com cheques pré-datados, duplicatas ou notas promissórias e pela previsão de faturamento. As taxas são, geralmente, superiores às das modalidades anteriores, o que revela, mais uma vez, a relevância do planejamento.

Mais informações sobre serviços financeiros para micro e pequenas empresas, acesse www.uasf.sebrae.com.br

 Compartilhar  Versão para impressão  E-mail
Avaliações (0)
If you are a human, do not fill in this field.
Clique nas estrelas para classificar.